Fotógrafo japonês desafia os dias cinzentos e prova que eles têm sim muitos momentos extraordinários

Geralmente vemos dias chuvosos ou cinzentos como dias “ruins”, no entanto, acabamos perdendo a oportunidade de ver a magia em tudo ao nosso redor, não é mesmo? Afinal, a mesma poça de água em que pisamos e xingamos nos permite ver o reflexo das estrelas e de nós mesmos. A vida consiste em lama, chuva e nuvens escuras e são nelas que geralmente acabamos aprendendo, tanto quanto aprenderíamos com aquele solzão no céu aberto. E é através dessa visão de mundo que o fotógrafo Shin Noguchi se inspira para tirar suas fotos.

Quedas de neve, girafas, multidões no metrô, acidentes, crianças brincando são alguns dos exemplos que o fotógrafo adora registrar, representando momentos profundamente humanos da vida do Japão, algo que muitos de nós simplesmente não percebemos por desprezar as coisas mais simples.

Através de sua paixão e obsessão pela fotografia e um interesse ardente nos detalhes que compõem a vida, Noguchi se tornou um fotógrafo de rua mundialmente famoso. Uma de suas fotos mais populares – “Mulher de saia amarela” – chegou ao famoso livro “100 Great Street Photos” de 2017.

Sheen Noguchi usa sua criatividade para demonstrar que nossas vidas às vezes são muito mais cinematográficas, “do que os filmes cuidadosamente dirigidos de Charlie Chaplin, Alfred Hitchcock, Federico Fellini ou peças de Shakespeare”. Veja algumas de suas obras a seguir que nos fazem lembrar que, mesmo em um dia nublado, o sol continua brilhando:

#20

#19

#18

#17

#16

#15

#14

#13

#12

#11

#10

#9

#8

#7

#6

#5

#4

#3

#2

#1

[Ofigenno]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.