7 sinais que mostram que sua preguiça pode na verdade ser depressão

A pergunta “Estou em depressão ou simplesmente sou preguiçoso?” é feita cada vez mais por pessoas de todo o mundo. E é uma questão muito válida, pois muitas pessoas que sofrem de depressão clínica inicialmente se sentem como se estivessem sendo preguiçosas, sem querer sair do sofá ou da cama. Na superfície, as duas – preguiça e depressão – parecem compartilhar algumas semelhanças.

No entanto, a depressão é uma doença mental séria e debilitante que afeta milhões de pessoas todos os anos. Ela não só causa sofrimento para a pessoa que a possui, mas também para seus entes queridos. A seguir, você verá 7 sinais de que sua preguiça pode, na verdade, ser depressão. Confira:3

7 – Desânimo

Os sintomas comuns da depressão incluem falta de motivação e fadiga. A diferença é que pessoas em depressão geralmente se sentem presas, de modo que a raiva e os sentimentos de angústia que sentem por estarem nesse estado acaba as afundando ainda mais na depressão.

6 – Apatia

As pessoas que sofrem de depressão também possuem um problema chamado anedonia, que é a perda de interesse em atividades que costumavam desfrutar e têm uma capacidade diminuída de sentir prazer. É um sintoma central do transtorno depressivo maior, mas também pode ser um sintoma de outros transtornos mentais.

5 – Solidão

Todo mundo se sente solitário de vez em quando, mas para alguns, a solidão vem com uma intensidade e frequência muito alta. Sentir-se solitário pode atormentar muitas pessoas – incluindo idosos, pessoas sem amigos e com depressão – através de sintomas como tristeza, isolamento e retraição.

4 – Falta de alegria

Falta de motivação, interesse pelas coisas em geral, sentimentos negativos para si mesmo e aos outros, dificuldade em se relacionar, baixa libido e problemas físicos são todos sintomas da depressão. É de se esperar, através de tantos sintomas sérios, que alguém sentiria falta de alegria.

3 – Tudo parece muito difícil

Por ser uma doença mental, a fraqueza física e falta de energia tomam conta da pessoa, pois nosso cérebro e corpo estão diretamente conectados. Consequentemente, atividades simples como se levantar da cama de manhã, podem se tornar muito difíceis.

2 – Fadiga

A depressão geralmente acompanha um tipo de fadiga crônica, trazendo um sentimento de cansaço extremo, mesmo depois de uma boa noite de sono. Além disso, pode acompanhar também sintomas como dores nas articulações e músculos.

1 – Sono constante

Ao mesmo tempo que a depressão pode causar insônia, ela também pode fazer exatamente o contrário: fazer você querer dormir o dia inteiro. Em geral, dormir mais de oito horas todas as noites não é nada saudável.

De acordo com artigo publicado na Revista de Psiquiatria Clínica da Universidade de São Paulo (USP), em torno de 80% dos pacientes depressivos apresentam queixas pertinentes a mudanças nos padrões do sono.

Por isso, caso tenha se identificado, é importante se conscientizar e buscar ajuda o mais rápido possível.

[Depression Aliance] [Everday Health] [Psych Central]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.