6 hábitos comuns que arruínam nossas vidas todos os dias

Frequentemente é dito que a felicidade é um termo vago e cada um tem sua opinião a respeito dela. Apesar disso ser parcialmente verdadeiro, neurocientistas e psicólogos comentam que há certos hábitos e práticas que, de fato, determinam nossos estados de espírito ao longo de nossas vidas – impactando diretamente em o quão felizes somos.

Portanto, fique atento e veja a seguir 6 hábitos comuns que arruínam nossas vidas todos os dias:

6 – Ficar sentado por muito tempo

Hoje em dia, o estilo de vida sedentário é uma coisa comum. À noite, vamos para casa de carro ou de transporte público e nos sentamos em casa, onde assistimos à TV ou conversamos online com os amigos.

Sem nos movermos, o nível de endorfinas e outros hormônios responsáveis ​​pela felicidade diminuem. Caminhadas de 30 minutos ou duas idas a academia por semana, por exemplo, deixarão você com mais energia e satisfeito, independentemente do que aconteça em sua vida.

5 – Passar o dia todo dentro de casa

Todos nós sabemos que trabalhar em casa não contribui necessariamente para a felicidade. Mas acontece que lugares como cinemas, restaurantes e outros lugares que gostamos de visitar nem sempre nos permitem aproveitar nossas vidas também.

Mas se você passar algum tempo ao ar livre em um lugar desconhecido, ficará mais feliz e sua autoestima melhorará. Os psicólogos chamam esse método de “terapia de aventura”. E vale a pena notar que não importa se você está indo para um país diferente ou para um bairro vizinho onde nunca esteve, de qualquer forma, você ficará mais feliz.

4 – Não prestar atenção nas coisas que acontecem ao nosso redor

É muito importante não apenas prestar atenção ao que fazemos, mas também como fazemos. Por exemplo, vamos imaginar duas pessoas e uma delas está com raiva porque ela precisa limpar a casa: prefere estar em um restaurante chique, mas ninguém a convidou. Outra pessoa está lavando os pratos e prestando atenção na ação e aos seus sentidos – ela certamente ficará mais feliz por estar completamente presente no que faz.

No primeiro caso, a pessoa se sentirá exausta e no segundo caso, mais relaxada. Nossa capacidade de viver no aqui e agora e nunca deixar nossos medos, arrependimentos e lembranças nos perturbarem torna nossas vidas mais alegres.

3 – Apenas consumir

Para tornar nossa vida significativa, temos que não apenas consumir, mas também dar. E não apenas coisas materiais – atos de bondade como doar seu tempo, sua atenção e compreensão aos outros nos trazem propósito e significado.

E a melhor parte: até as menores boas ações podem nos animar. Comprar um presente significativo a alguém, escrever uma carta ou até mesmo pintar uma parede são coisas que nos fazem sentir que temos uma missão nesse mundo.

2 – Isolar-se dos outros

Mesmo na era da individualidade, cada pessoa ainda precisa pertencer a um grupo. E não apenas em grupos de amigos mais próximos e membros da família. Para sermos verdadeiramente felizes, precisamos nos sentir conectados a outras pessoas.

De acordo com diferentes estudos, essa qualidade nos ajuda a evitar e vencer doenças, reduzir nossos níveis de estresse e nos fazer sentir mais confiantes. E não importa a qual grupo você pertence: pode ser um clube de futebol, um clube de jogos, qualquer coisa. Você só precisa sentir que pertence a algum lugar.

1 – Não criar nada

Precisamos de hobbies criativos não por dinheiro e fama, mas por nossa saúde. Já é provado que o processo de criação reduz o nível de estresse, melhora nosso humor e nos ajuda a lutar contra a depressão.

Não se esqueça de que a criatividade não tem apenas a ver com cantar e pintar, pode ser qualquer coisa que exija sua abordagem exclusiva. Plantar flores, implementar um boa ideia, cuidar das tarefas domésticas de uma forma diferente – não precisa ser complexo!

A felicidade não é algo que deve ser procurado: ela consiste em pequenas ações e de vivermos criando abundância em todos os aspectos da vida.

E você? Tem algum hábito que você sente que te impede de ser feliz? Conte pra gente nos comentários!

[Bright Side]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.