10 famílias que controlam o mundo e influenciam diretamente nossas vidas

Talvez você já tenha ouvido falar sobre o fato de que algumas famílias poderosos detém grande parte das riquezas do nosso planeta. Mas como será que essas famílias chegaram a este patamar, e o que fazem com o dinheiro?

Bem, alguns decidem gastar com absolutamente tudo o que querem, enquanto outros guardam suas vidas em total segredo. Mas o que parece ser unânime entre todas essas poderosas família são os mistérios que as cercam.

Nesta lista você vai conferir as 10 famílias mais poderosas do mundo, e qual a história por trás delas.

Confira:

1. Os Rockefellers

Instagram

Eis um nome que você certamente já ouviu pelo menos alguma vez na sua vida: Rockefeller. Trata-se de uma das famílias mais poderosas do planeta, e apesar de ser um pouco difícil dizer com exatidão o tamanho de seu patrimônio, estima-se que ele esteja na casa de 1 a 3 trilhões de dólares.

O sucesso da família se deu graças a John Rockefeller, que a partir da exploração do petróleo se tornou extremamente milionário. A família Rockefeller, ao final do século 19, controlava nada menos que 90% de todo o mercado de petróleo dos Estados Unidos. A maioria das empresas que hoje exploram o petróleo no país em algum momento já pertenceram aos Rockefellers.

Algumas teorias conspiratórias dizem que a família ocupa uma espécie de posição de poder em um suposto “governo mundial secreto”. No entanto, tudo que se sabe é que atualmente, além de comandar bancos e empresas de petróleo, os Rockefellers mexem com criptomoedas e fazem algumas ações de caridade.

2. Morgans.

© Wikimedia Commons

John Pierpont Morgan é visto por muitos como o primeiro homem a implementar um “império financeiro” nos EUA. Morgan ganhou muito dinheiro com a Guerra Civil, e em 1907 foi o responsável por parar o colapso do sistema bancário estadunidense.

Para muitos, os Morgans continuam ditando as regras e o andamento da política do país, bem como o sistema bancário internacional. O que se sabe com certeza é que alguns membros da família hoje estão por trás da General Motors e da General Electric.

3. A Casa de Saud

Instagram

A Arábia Saudita é comandada pela dinastia real da Casa de Saud desde 1932. O líder máximo da casa é Salman bin Abdulaziz Al Saud, e estima-se que a família tenha mais de 25 mil membros. A família detém todo o poder do país, e seus membros ocupam posições de governo e militares, além de conseguirem qualquer cargo que quiserem dentro do país.

Além disso tudo, os Saud também controlam 20% das reservas globais de petróleo.

4. Rothschilds.

© East News / SIPA PRESS

Essa família, que começou a escrever seu nome da história internacional na época de Napoleão, é uma das mais ricas do mundo inteiro. Mayer Amschel Rothschild foi o homem por trás do início de toda a fama da família, e foi responsável por um negócio de sucesso no setor bancário na Alemanha, além de ter criado seu próprio império financeiro. Em um testamento deixado para seus herdeiros, Mayer deixou por escrito como ele gostaria que seu império fosse comandado pelos próximos anos – e as regras estão sendo seguidas a mais de 200 anos pelos membros da família.

Como não poderia ser diferente, existem também muitas teorias da conspiração em relação a esta família. Para muitos, eles estiveram patrocinando a maioria das guerras que devastaram o mundo até hoje. Além disso, outros dizem que os Rothschild são donos de todas instituições financeiras do mundo, controlando assim a economia mundial da forma como bem entendem.

O patrimônio da família gira em torno de 2 trilhões de dólares, e com este dinheiro eles fazem investimentos, operações bancárias, além de comandar vinhedos e trabalhar com petróleo.

5. Baruchs.

© Wikimedia Commons

Bernard Baruch foi conselheiro de nada menos que 5 presidentes estadunidenses, e esteve ao lado de Winston Churchill, tendo sido inclusive o homem que cunhou o termo “Guerra Fria”. Para os que criam teorias da conspiração, Bernard foi o homem por trás da criação do suposto “governo internacional”.

Pouco se sabe, no entanto, sobre a família deixada por ele. Apesar da influência visível que seu nome tem no governo dos Estados Unidos, seu filho Bernard Baruch Jr. faleceu durante os anos 1990, e não se sabe de seus herdeiros. Baruch deixou também duas filhas.

As conspirações dizem que seus herdeiros se escondem propositalmente, mas que ainda estariam infiltrados dentro do governo estadunidense.

6. Waltons.

© Wikimedia Commons

Sam Walton, em 1962, foi quem abriu a primeira loja Walmart. A partir daí ele começou a traçar o caminho que eventualmente lhe levaria a ser um dos homens mais ricos do mundo. Até hoje, o Walmart é a maior rede de supermercados do país.

Após a sua morte, a rede de supermercados passou a ser comandada por sua esposa e seus quatro filhos. O banco Arvest também está entre os negócios da família, que também coleciona uma série de obras de arte e investe em fundos de caridade.

7. A Casa de Windsor.

© Avalon.red / REPORTER

A Casa de Windsor representa a família real da Grã-Bretanha. Como você provavelmente sabe, a líder da família é a atual rainha Elizabeth II. Além da Grã-Bretanha, os poderes da rainha atingem também outros 15 países independentes. Todos os membros da família real britânica vivem vidas modestas, servem ao Exército e fazem trabalhos de caridade.

8. Murdochs.

© Wikimedia Commons

O império dos Murdochs começou a ser construído na Austrália, quando Keith Murdoch era um jornalista político em um dos principais jornais de Melbourne. Keith acabou se tornando CEO do jornal eventualmente.

Seu filho, Rupert, também se tornou jornalista, e em determinado momento eles controlavam todos os jornais da granda mídia australiana – e criaram a News Corporation.

Posteriormente, a companhia acabou sendo processada por grampear de forma ilegal a família real e celebridades, além de se envolver de forma ilegal com a polícia e forças especiais.

9. Oppenheimers.

© Wikimedia Commons

Os Oppenheimers possuem a maior parte das reservas de ouro do mundo. O “clã” começou com Ernest Oppenheimer, que mudou-se para Kimberley, na África do Sul, onde se tornou prefeito da cidade e depois diretor de uma das empresas de diamantes. Logo, ele monopolizou o mercado mundial de diamantes.

Agora, o império dos diamantes é governado pelo neto de Ernest, Nicky Oppenheimer. A família produz e vende não apenas diamantes, mas também ouro, ferro, platina e minerais industriais.

10. Pritzkers.

© Ron Sachs / Pool / ABACAPRESS.COM

Os Pritzkers são uma família de judeus natural da Ucrânia, que migrou para Chicago em 1881. Eles são os donos da Hayat, que trabalha no ramo de hotéis. A companhia atualmente é dona de 777 hoteis em 54 países.

Os Pritzkers possuem um próprio prêmio de arquitetura e agora vivem em Chicago, onde abriram um curso de arquitetura. A família praticamente comanda a forma como a cidade se apresenta fisicamente.

via BrightSide.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.